APRESENTAÇÃO

O grupo eco-comunidades.pt foi fundado em Maio de 2011 com o objectivo de agregar pessoas interessadas em construir, integrar ou participar numa comunidade sustentável.

 

Partilhamos a vontade de viver num mundo mais sustentavel, onde as pessoas se sintam integradas na sua comunidade e respeitem a natureza.

 

Somos um grupo heterógeneo, geograficamente dispersos por Portugal e alguns no estrangeiro. Temos sonhos, expectativas, necessidades e compromissos diferentes, mas queremos construir uma rede de ecocomunidades em Portugal.

 

Vemos a diversidade de ideias e mentalidades como um desafio. Ela será a base da nossa resiliência às adversidades futuras.

 

Consideramos uma comunidade como um grupo de individuos que partilham um mesmo espaço, têm relações de reciprocidade e partilham recursos comuns para atingir fins comuns. Consideramos como sustentáveis as comunidades que se desenvolvem em volta do príncipio segundo o qual o uso dos recursos naturais para a satisfação das necessidades presentes não pode comprometer a satisfação das necessidades das gerações futuras.

 

Para isso queremos construir comunidades que respeitem os seguintes principios:

  • ecologicamente correcto
  • económicamente viável
  • socialmente justo
  • culturalmente diverso

 

 

QUEM SOMOS E O QUE QUEREMOS

http://tinyurl.com/6Kg4ksy

Da análise do questionário de levantamento de interesses podemos concluir que somos maioritariamente portugueses, com residência mais expressiva nas áreas metropolitanas de Lisboa e Porto. Cerca de 2/3 têm entre 30 a 45 anos e formação universitária (93% têm pelo menos o ensino secundário completo). Seis em cada dez não têm um emprego estável.

 

A maioria sonha integrar uma comunidade rural ou uma comunidade em Aldeia (recuperação de aldeia abandonada ou semi-abandonada). Há no entanto espaço para os que preferem viver numa comunidade semi-urbana (com horta), numa comunidade urbana (ocupação legal de um edificio urbano abandonado) ou apenas ter uma horta num espaço comunitário.

 

Mais de 70% quer intergrar de forma plena uma comunidade sustentável, 27% preferem manter a sua forma de vida actual, desejando participar nas actividades duma comunidade em part-time.

 

 

ORGANIZAÇÃO

Por ora somos apenas um movimento informal agregando quase duas centenas de pessoas num grupo baseado no Facebook. No futuro próximo queremos tomar a forma de uma organização formal democrática, associativa, sem fins lucrativos e que defenda a cooperação entre os seus membros e as ecocomunidades que surgirem no seu seio. 

 

 

ADESÃO E PARTICIPAÇÃO

A adesão ao grupo eco-comunidades.pt é voluntária e a titulo individual. Não serão colocados quaisquer critérios de selecção para além da vontade expressa de participar.

 

É desejável — mas não obrigatório — que após a aprovação do pedido de adesão os novos membros se apresentem ao grupo no mural e preenchao o questionário de levantamento de interesses ( http://tinyurl.com/3dnyd2x ).

 

O mural do grupo é por ora o centro da sua actividade, aqui qualquer membro poderá publicar opiniões, apresentar propostas, divulgar eventos e actividades respeitando os objectivos do grupo e os restantes membros. Qualquer forma de ofensa pessoal será de imediato sinalizada. Se o comportamento ofensivo persistir, o membro em questão será convidado a sair do grupo ou bloqueado pelos administradores em caso de comportamento extremo.

Fórum de discussão

Projecto condomínio de pré-fabricados

Iniciado por Bruno Neves. Última resposta de Roseane Rocha 22 Maio. 1 Resposta

Procura-se terceiro elemento para realizar projecto com 3 pré-fabricados.Trata-se de conseguir uma habitação barata nos arredores de Lisboa, para quem exige boas condições mas esteja aberto a tipos…Continuar

DISPONIBILIZO TERRENO

Iniciado por Antonieta Lopes. Última resposta de Joaquim Martins Castro 18 Fev. 3 Respostas

Olá a tod@s!Tenho um terreno perto de Castelo Branco que está a precisar de muito Amor, entre as aldeias de Cebolais de Cima e Alfrivida.Por não estar disponível para dar o Amor necessário gostaria…Continuar

Tags: comunidade, cedência, terreno

Formação gratuita isolação ecologica com cal e canhamo

Iniciado por Murielle LEKIEN 24 Ago, 2012. 0 Respostas

Venham aprender a realizar uma isolação ecológica de cal e cânhamo, as refeições vegetarianos são oferecidos. A vossa estada permitir-vos -á também descobrir o carneiro hidráulico, as técnicas de…Continuar

Caixa de Recados

Comentar

Você precisa ser um membro de eco-comunidades.pt para adicionar comentários!

Comentário de Sara Alves em 1 fevereiro 2015 às 17:02
Comentário de Deborah Moura em 30 março 2014 às 15:30

Há um novo projecto a dar os 1ºs passos numa aldeia perto de Gouveia... A ideia principal é transformar uma antiga fábrica numa pequena aldeia educacional. Estão a aceitar colaboradores, seja para uma ajuda pontual ou até mesmo para lá viver. Já há algumas acomodações disponíveis nas infraestruturas existentes mas também espaço para acampar e estão a começar a tratar da horta.

Quem estiver interessado em conhecer melhor o projecto, pode contactar a Tita: 

http://permaculturaportugal.ning.com/profile/MariadeFatimadaSilvaPe...

Comentário de delfim fernandes em 30 março 2014 às 15:03

Olá sou o delfim Fernandes tenho uma quintinha com 15000 m2 localizada numa zona do centro e próximo a praias, termas. E tenho o sonho de  desenvolver um projecto  comunitário/solidário, que depende de vários factores sendo um deles encontrar pessoas honestas com o mesmo objectivo. 

N: potenciais interessados, podem comunicar para<df4837@gmail.com>

 

Comentário de Cultivar Biodiversidade (Tito) em 4 outubro 2013 às 12:18

Olá Carla Ladeira, e que tipo de âmbito ou localização para esse projecto que gostarias de envolver?

Saudações

Comentário de Carla Ladeira em 26 setembro 2013 às 20:59

olá

neste momento vivo num país africano, mas estou orientar as minhas energias para regressar a pt para viver mais calmamente, numa terra nao poluída, sossegada. agricultura, artesanato, ofícios,... 

considero a possibilidade de contribuir para um projecto comunitário.

alguém tem contactos? ideias? sugestões? projectos?

carla

Comentário de Sara Anahory Vapaos em 17 setembro 2013 às 23:35

Para quem esteja interessado, por sentir que poderia ser uma bela ideia criei um grupo no facebook na esperança que sirva para novos e bons encontros e pais e filhos...https://www.facebook.com/groups/653940041291095/

Comentário de Jorge M M Mendes em 16 setembro 2013 às 23:59

Olá sou o Jorge Mendes tenho uma quintinha com 12000 m2 localizada numa zona de reserva ecológica (Rio de Moinhos,Penafiel) e tenho o sonho de um dia poder desenvolver um projeto comunitário, que depende de vários fatores sendo um deles encontrar pessoas com o mesmo objetivo.

Comentário de Paula Soares em 3 junho 2013 às 18:12
Comentário de Cristina Almeida em 4 abril 2013 às 14:49

Bem haja a todos! Sou bodyworker e Instrutora de Yogasanas. Estou de volta a Portugal e procuro uma comunidade para continuar a desenvolver a minha prática e evoluir espiritualmente. Caso conheçam ou vivam em alguma que me queira "acolher", digam-me ;)

Hari Om

Comentário de teresa furtado coelho em 15 fevereiro 2013 às 23:05

Desculpem mas na ficha há uma Ref não especificada que eu não sei o que é para pôr...Nome, data, morada e depois ref?

Este grupo está em andamento ou já desistiram? Vejo só posts antigos...

 

Membros (104)

 
 
 

Publicidade

Economia de Transição

Procuramos Empreendedores Sociais!

Somos uma Rede Social, com mais de 6.000 membros, especializada na facilitação de vida a Empreendedores de Transição para as Sustentabilidades.

Somos parceiros da Focuspriority, focada na aplicação de Mapeamento de Conhecimento à Auto­eficácia de Empreendedores, na Modelagem de Negócios Verdes e Gestão da Inovação.

Impulsionamos a Permacultura como filosofia e método de design em Portugal desde janeiro de 2009.

Fomos pioneiros na adaptação do Modelo de Transição à cultura e economia portuguesas!



Procuramos Empreendedores Sociais!

Aceita o desafio! Candidata-te! 

© 2017   Criado por João Leitão.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço