Informação

EcoAldeia - Portugal

Já alguma vez pensaste em ajudar a construir e voiver numa ecoaldeia? Estamos a juntar e a agrupar os interessados. visita Bem vindos

Site: http://.
Membros: 193
Última atividade: 19 Mar

Visitem a Rede

Pessoal,
podem juntar-se à rede em:
www.ecoaldeia.ning.com
Vejam os perfis de quem se já juntou
há pessoas tão diferentes, é giro.
Um abraço e obrigado João pelo convite para cá.
Paulo Silva de Pombal

Fórum de discussão

DISPONIBILIZO TERRENO

Iniciado por Antonieta Lopes 24 Out, 2015. 0 Respostas

Quinta no Fundão, 6 hectares para projecto eco

Iniciado por Land Story. Última resposta de Joaquim Martins Castro 12 Fev, 2013. 1 Resposta

ECO-comunidades-pt

Iniciado por Luís Amaral. Última resposta de Telmo José Sousa Fernandes 1 Jul, 2012. 41 Respostas

Uma nova Oasis na costa alentejana !

Iniciado por Murielle LEKIEN. Última resposta de Murielle LEKIEN 6 Mar, 2012. 20 Respostas

Resultados do Questionário

Iniciado por Nuno. Última resposta de Helder valente 26 Fev, 2010. 7 Respostas

Eco Aldeia Matavenero - Espanha

Iniciado por susana. Última resposta de Paulo Silva de Pombal 1 Out, 2009. 1 Resposta

ALDEIA-BIO

Iniciado por Vera Filipa Ripley. Última resposta de Paulo Silva de Pombal 26 Ago, 2009. 1 Resposta

Caixa de Recados

Comentar

Você precisa ser um membro de EcoAldeia - Portugal para adicionar comentários!

Comentário de Deborah Moura em 30 março 2014 às 15:34

Há um novo projecto a dar os 1ºs passos numa aldeia perto de Gouveia... A ideia principal é transformar uma antiga fábrica numa pequena aldeia educacional. Estão a aceitar colaboradores, seja para uma ajuda pontual ou até mesmo para lá viver. Já há algumas acomodações disponíveis nas infraestruturas existentes mas também espaço para acampar e estão a começar a tratar da horta.

Quem estiver interessado em conhecer melhor o projecto, pode contactar a Tita: 

http://permaculturaportugal.ning.com/profile/MariadeFatimadaSilvaPe...

Comentário de SaraRoda em 6 setembro 2012 às 12:10
Comentário de Francisco Mendes em 24 maio 2012 às 23:39

""Um curso a não perder! Faça já a sua inscrição e recomende aos seus amigos... http://ning.it/KlQeA9"

Comentário de Karl em 18 dezembro 2011 às 12:30

Um bom-dia a todos.

Presumindo que o caminho para o local do TPP aqui indicado (anterior comentário), não é muito esclarecedor, aqui vai o link completo:

http://permaculturaportugal.ning.com/group/ecoaldeiap/forum/topics/...

Vejam e participem.

Esta fase talvez seja um pouco monótona: escrever frente ao pc é um pouco árido e solitário. Mas outras participações mais interessantes estão a caminho.

Beijinhos e abraços :-)

Comentário de Karl em 14 dezembro 2011 às 17:32

A todos, uma boa-tarde.

Venho informar-vos que o assunto «eco-comunidades», cuja última entrada é a da Alexandra Paulino, passou a ser desenvolvido e debatido neste outro grupo criado pelo Luís e designado por «ECO-comunidades.pt».

Assim, seria muito útil para quantos se interessam pelo tema, que visitassem o referido sub-grupo, para continuarmos a debater este importantíssimo assunto.

As minhas cordiais saudações a todos.

Comentário de Alexandra Paulino em 14 dezembro 2011 às 1:22

Bom dia! muita actividade pelo que leio :)

Concordo com as visitas. Poderei participar até dia 11 de janeiro e depois de 15 de fevereiro, vou estar a fazer um cursinho aos fins-de-semana.

talvez que em relação à comunicação com o eco-comunidades seja um ideia depois de cada post partilhar o link? (nem sei se isso é possível)

cumps

Comentário de Luís Amaral em 13 dezembro 2011 às 10:37

Olá Karl, bom dia

Obrigado ;-)
Acredito na validade dos teus argumentos, mas te garanto que pelo que sei da forma como funcionam as cotações automáticas dos posts aqui no Ning, que com comentários na "caixa de recados" deste (ou de qualquer outro) grupo, jamais conseguirás dar visibilidade dentro dos (mais de 3.000) membros desta rede.

Apenas uma Entrada de blog ou uma "Discussão" poderá aparecer na lista da direita, dentro das mais cotadas. Desta forma, vou copiar todo este diálogo e criar precisamente essa discussão neste Grupo, uma vez que o link que te mandei é para um evento e não um grupo.

Obrigado pela dica ;-)

Abraços para ti e todos os que lerem este "recado" :-D

Comentário de Karl em 13 dezembro 2011 às 3:00

Excelente resposta, Luís. Obrigado.

Gostei do que escreveste, mas tenho uma pequena discordância quanto à visibilidade deste assunto.

Continuo a defender que este local me parece mais visível, já que outras pessoas exteriores a este Grupo, mas visitantes assíduas do TPP (que por aqui apareçam) ao lerem e gostarem do que comentamos, apareçam mais vezes e integrem esta discussão com novas ideias. Isto poderá aumentar a massa crítica!...

Bom, vamos aguardar outros comentários e deixar que o assunto se desenvolva um pouco mais.

Saudações e dias radiosos!

Comentário de Luís Amaral em 13 dezembro 2011 às 2:26

Belo "discurso" Karl! Obrigado.

A única "ponte automática e sem portagens" entre o TPP e o facebook é uma "travessia" num só sentido, sob a forma de um click sobre o ícone "F curtir" que está no cabeçalho do grupo.

De resto todas as outras formas de "ligação" dependem da iniciativa de cada um de nós. Estou de acordo que a pulverização desgasta, cansa, dilui e desmobiliza... Façamos então um esforço para aglutinar e unir... Creio que a forma mais expedita de reunirmos info, é abrir um tópico no grupo Eco-Comunidades-pt e centramos aí todo o diálogo relativo a esse grupo, ou de outra forma haverá sempre quem fique de fora e perca parte do que se está a passar. Também quem não receber notificações por e-mail nem daqui nem do Facebook, irá sempre obter informação em "diferido", o que poderá ser negativo.

Quanto ao que sugeres: viagens para visita e conhecimento dos projectos activos que possam responder ou corresponder a algumas das expectativas, sim, estou de acordo!
Creio que será ambicioso conseguir reunir grupos de mais de 10 pessoas para o fazer, mas acredito que duas vezes por mês se consigam mobilizar meia dúzia de pessoas para isso.

Vamos prá frente!

Abraços e genica pra todos!

Comentário de Karl em 13 dezembro 2011 às 2:08

A todos, uma boa-noite.

Num ambiente muito descontraído e com uma linda tarde de sol por companhia, decorreu ontem no Parque da Quinta das Conchas (Lisboa) o encontro anunciado pelo Grupo Eco-Comunidades.

Se contei bem, eram 22 almas dispostas a falar. E falaram, bastante e bem. Perceberam-se vários pontos de vista acerca do que se pretende ou concebe para uma comunidade. É normal e ainda bem.

Senti entre vários presentes a vontade em continuar estes debates. Em não interromper este laço que se estabeleceu. Isto é óptimo. Para lá do que estava na base do encontro, muitos desejam conviver e debater esta temática tão aliciante e tão importante. Eu também.

Entre várias das pessoas presentes, percebi existir algum desconhecimento da realidade que existe em Portugal, quanto a comunidades ou grupos semelhantes.

Então, venho propor-vos o seguinte:

Que a partir de Janeiro próximo se comecem a agendar saídas «de estrada», a fim de se conhecerem as realidades. Como «estrutura inicial» proponho 3 viaturas (a minha e + duas), o que equivale a cerca de 14/15 pessoas, que teriam por «missão» visitar determinadas quintas, mediante acordo prévio com os representantes dos locais a visitar. As despesas com as viaturas (gasolina e portagens) serão divididas pelo número de participantes.

Inicialmente, os locais a visitar serão propostos por quem já os conhece. Depois e sem complicações vão aparecer outros sítios, pois nestas coisas o problema está só em encontrar «a ponta do fio».

O grande objectivo desta ideia é dar algum conhecimento e sensibilidade a cada um de nós, para que na reunião deste Grupo em Março (como ficou agendado), seja possível uma discussão com base na memória recente do que se encontrou.

Também proponho que se centralizem neste local todos os contactos e opiniões. Aqui é o momento de pedir uma ajuda ao Luís Amaral.

Diz-me s.f.f., Luís, será possível fazer a ponte das pessoas que estão no facebook com este local?

Como disse há dias, para mim muitos grupos são uma praga. Porque fragmentam as pessoas. Porque criam uma divisão doentia. E do que menos precisamos é de divisões entre nós!

Vá lá, não digam muito mal deste meu longo «discurso». Pensem, inspirem-se e respondam, s.f.f. Lembrem-se: O tiquetaque não pára.

Saudações e dias radiosos!

 

Membros (193)

 
 
 

Publicidade

Economia de Transição

Somos uma Rede Social, com mais de 6.000 membros, especializada na facilitação de vida a Empreendedores de Transição para as Sustentabilidades.

Impulsionamos a Permacultura como filosofia e método de design em Portugal desde janeiro de 2009.

Fomos pioneiros na adaptação do Modelo de Transição à cultura e economia portuguesas!

© 2017   Criado por João Leitão.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço