Informação

Ecotrocas

Este grupo tem por objecto reunir todas as pessoas e grupos interessados em Economia solidário e moeda social. Adquirir produtos ou serviços sem dinheiro e oferecer microcrédito e fundos "startup" sem juros ou reembolsos.

 

 

Membros: 91
Última atividade: 14 Abr

Fórum de discussão

B-OnMarket, o mercado biológico & sustentável online.

Iniciado por João Bartes. Última resposta de tania santos 4 Jun, 2013. 3 Respostas

Para quem quer fazer a Transição para um modo de vida mais sustentável!No B-OnMarket tem acesso a todas as noticias, eventos, produtos, serviços, trocas e novidades para o ajudar a viver com a…Continuar

Formação gratuita isolação ecologica com cal e canhamo

Iniciado por Murielle LEKIEN. Última resposta de Murielle LEKIEN 24 Nov, 2012. 1 Resposta

Venham aprender a realizar uma isolação ecológica de cal e cânhamo, as refeições vegetarianos são oferecidos. A vossa estada permitir-vos -á também descobrir o carneiro hidráulico, as técnicas de…Continuar

Ecotrocas

Iniciado por João Tomás Gomes Batista. Última resposta de Casimiro de Jesus 4 Mar, 2012. 2 Respostas

Olá Casimiro e restantes "ecotrocadores".Acho a ideia excelente e parece-me que esta é a altura mais do que ideal e oportuna para se iniciar este projecto.Estou muito interessado nele, claro que vão…Continuar

Caixa de Recados

Comentar

Você precisa ser um membro de Ecotrocas para adicionar comentários!

Comentário de Rodrigo Santana em 18 janeiro 2012 às 21:44

Viva Casimiro!!

Seu e-mail é 60bem70@gmail.com??

Abraços

Comentário de Casimiro de Jesus em 18 janeiro 2012 às 21:15

Olá Fernando: Não entendi bem qual o sentido do seu post. Importa-se de esclarecer? Obrigado

Comentário de Quinta do Alcanar em 18 janeiro 2012 às 19:26

Microcrédito - Realidade ou Utopia

É curioso quando tanta gente importante (Al gore) e outros menos importantes, falam em nome do bem estar social e ajudas a empreendedores, e saneamento da pobreza no mundo, e questiono-me se nos paises como Etiopia, India e outros terceiro mundistas, conseguem microcreditos com tanta burocracia como em Portugal.

Como conseguem avalistas ou apresentar contas bancarias solidas para conseguir alcançar o microcredito?

Se numa altura de crise e de recessão como a que atravessamos, será que alguem pode ser fiador de alguém?

Terá de ser um grande amigo, e neste caso arrisca-se a perder 3 coisas, o amigo, o dinheiro e o patrimonio.

É caso para meditar e ver até onde vai o engano....

Comentário de Casimiro de Jesus em 18 janeiro 2012 às 18:38

Olá Vasco: Pf contacte.-me em 60bem70arrobagmail.com para lhe enviar pormenores.

Obrigado

Comentário de Luís Vasco Tejada Mesquita Nunes em 18 janeiro 2012 às 17:10

Boa tarde a todos, gostaria de saber como funciona o grupo, e em que zona se encontram os membros, um abraço, Vasco

Comentário de Ricardo em 12 janeiro 2012 às 13:10

Olá a todos! Boa iniciativa Casimiro! Existe um banco na Suécia que funciona em moldes semelhantes ao projecto/ideia que aqui estás a lançar, não sei se já tinhas conhecimento, aqui vai o link:

http://www.youtube.com/watch?v=7d5yA4oWncQ

Bem hajam!

Comentário de Mauro Andrade Moura em 12 janeiro 2012 às 11:37

Pedro,

estou em Cabo Verde mas chego a Lisboa no meio do ano.

Quero conhecer melhor como funciona a agricultura em Portugal.

Comentário de Pedro Leitão em 12 janeiro 2012 às 11:06

Olá Mauro,

Obrigado pelo contributo.

Tu és da zona? 

Abraço
pedro 

Comentário de Mauro Andrade Moura em 12 janeiro 2012 às 9:53

Gostaria de participar, mas só terei condições para isto a partir de Julho.

No que for possível vou auxiliando com sugestões e formas de dinamização do ECOTROCAS.

Comentário de Pedro Leitão em 4 janeiro 2012 às 13:17

Olá,

O meu conhecimento é pouco... mas estou cá para ajudar no que conseguir. 

já tenho matutado um pouco nisto... primeiro qualquer pequena horta tem excedentes, qualquer arvore dá mais fruto do que é possivel comer por uma familia... e vender também não é facil...

acho que a troca direta seria uma forma de se combater algum desperdício... seria possível ou em pequenas feiras. ou criando um banco de recolha de "bens e serviços", onde fosse possível as pessoas trocarem alimentação, roupas, serviços (pichelaria, pintura, construção, babysitting, formações, etc)

penso que Sever e as aldeias circundantes ficariam a ganhar... :) 

Uma outra coisa que vi recentemente... foi uma "cooperativa" onde os produtores entregavam os produtos e onde os restaurantes da zona iam recolher... deixando de existir um intermediário e vendendo a um preço mais justo e sem grandes transportes... a câmara poderia fazer semelhante com os produtores da zona, para abastecer cantinas de escolas, etc... 

 

Membros (91)

 
 
 

Publicidade

Economia de Transição

Procuramos Empreendedores Sociais!

Somos uma Rede Social, com mais de 6.000 membros, especializada na facilitação de vida a Empreendedores de Transição para as Sustentabilidades.

Somos parceiros da Focuspriority, focada na aplicação de Mapeamento de Conhecimento à Auto­eficácia de Empreendedores, na Modelagem de Negócios Verdes e Gestão da Inovação.

Impulsionamos a Permacultura como filosofia e método de design em Portugal desde janeiro de 2009.

Fomos pioneiros na adaptação do Modelo de Transição à cultura e economia portuguesas!



Procuramos Empreendedores Sociais!

Aceita o desafio! Candidata-te! 

© 2017   Criado por João Leitão.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço