Informação

Grupo Wu-wei Odivelas

O wu-wei é um conceito oriental antigo que significa não-esforço. Com este grupo pretendo encontrar pessoas que se identifiquem com uma filosofia natural, que tenham interesse na agricultura ao estilo Masanobu Fukuoka, que estejam cansadas do projecto social consumista vingente e que queiram encontrar harmonia e expressão naturáis. Este grupo foca-se em dois pontos essenciáis: agricultura que nos une á terra, e eco-construção que nos torna independentes. A meditação e particularmente os ensinamentos de Jiddu Krishnamurti também serão outros aspectos ligados a este grupo.

Local: Odivelas/Caneças
Membros: 10
Última atividade: 12 Jan, 2016

Fórum de discussão

Este grupo ainda não possui nenhum tópico.

Caixa de Recados

Comentar

Você precisa ser um membro de Grupo Wu-wei Odivelas para adicionar comentários!

Comentário de Quadrilha Valente em 7 agosto 2015 às 23:54

Saudações Marco Lucas

Nós somos a quadrilha valente, e acabaste de encontrar mais 4 membros para o clube wu-wei.

Eu (o comandante da quadrilha) fui judoca desde de criança que não é mais do que wu-wei "de contacto", e achei deveras curioso a aplicação da filosofia wu-wei na "agricultura" que é o que estou neste momento a experimentar.

Acho que no entanto o termo de "agricultura"+wu-wei=permacultura. (em que uma dos objectivos é desenvolver sistemas "agrícolas" wu-wei, ou seja com o mínimo de intervenção)

Quando venho a lisboa fico na parede, portanto somos quase vizinhos

Um abraço da quadrilha

Comentário de Marco Filipe da Silva Lucas em 4 setembro 2014 às 11:02

Assim que haja gente suficiente marca-se uma reunião para esclarecimentos e solidificação do projeto. Não tenham medo de arriscar... Abraço

 

Membros (9)

 
 
 

Publicidade

Economia de Transição

Somos uma Rede Social, com mais de 6.000 membros, especializada na facilitação de vida a Empreendedores de Transição para as Sustentabilidades.

Impulsionamos a Permacultura como filosofia e método de design em Portugal desde janeiro de 2009.

Fomos pioneiros na adaptação do Modelo de Transição à cultura e economia portuguesas!

© 2017   Criado por João Leitão.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço